A Assistência Médica Internacional AMI) quer mudar os hábitos de reciclagem em Portugal e para tal decidiu lançar uma campanha para o tratamento de consumíveis informáticos, como tinteiros, toners e telemóveis.

O responsável do Departamento do Ambiente da AMI, Luís Lucas, explica, ao JPN, que “esta campanha surgiu no seguimento da campanha de recolha de radiografias que a AMI leva a cabo desde há 10 anos e pelo [seu] sucesso”. “Achámos que poderia haver interesse na recolha e valorização de outros resíduos para angariação de fundos para as nossas missões e para os nossos projectos sociais”, elabora.

A campanha de reciclagem de consumíveis informáticos é uma medida importante para a defesa do ambiente, já que estes materiais contêm resíduos poluentes, e simultaneamente é uma fonte de financiamento para as acções humanitárias, médicas e sociais que a AMI desenvolve em Portugal e no mundo.

“Os materiais recolhidos são depois vendidos a recicladores um pouco por todo o mundo, tanto os tinteiros e toners, como telemóveis. É do produto dessa venda que se consegue o financiamento para a AMI”, afirma o responsável do Departamento do Ambiente da fundação.

Luís Lucas explica que “a AMI está a estabelecer parcerias com várias empresas de recolha e de reciclagem dos resíduos”. O projecto desenvolve-se junto das “empresas, escolas, universidades e instituições que, numa maneira geral, produzam este tipo de resíduos e que utilizem consumíveis informáticos e telemóveis no seu dia-a-dia e que possam participar, promovendo a recolha”.

O plano de recolha será desenvolvido em três fases: instalação de contentores, recolha e substituição dos contentores sempre que estejam cheios, separação, contagem e valorização dos materiais recolhidos e envio de recibo de donativo e do descritivo dos materiais recolhidos a todos os que adiram à iniciativa.

Com este projecto, a organização ajudará a aumentar a recuperação de consumíveis informáticos, já que, segundo a AMI, Portugal é um dos países do mundo com menor percentagem de reciclagem deste tipo de produtos.

Portugal recicla apenas 3% dos cartuchos que utiliza, contra 38% nos Estados Unidos, 27% na Alemanha ou 13% em Espanha.

Para quem desejar participar nesta iniciativa, a AMI vai ter eco-embalagens em qualquer loja PT Comunicações ou TV Cabo, cinemas Lusomundo e em todas as câmaras municipais ou juntas de freguesia aderentes.

Para receber os contentores ou esclarecer dúvidas a organização deixa disponível o número de telefone 218 362 100 e o endereço de correio electrónico reciclagem.ami@gmail.com.

Gina Macedo