Que atividade é que se poderia criar para que os jovens do ensino básico e secundário fiquem a conhecer melhor a realidade universitária? Na verdade, é mais ou menos esta a questão que deve ser feita por quem quer ser monitor, na edição de 2013 da Universidade Júnior (UJr), de um curso de verão feito à sua medida.

Até 27 de janeiro, a UJr aceita propostas enquadradas nos programas “Experimenta no Verão” (diário – estudantes do 5.º e 6.º anos), “Oficinas de Verão” (diário – estudantes do 7.º e 8.º anos), “Oficinas de Verão Temáticas” (dois dias com cada um dos dois grupos, mais um dia com os dois grupos simultaneamente – estudantes do 7.º e 8.º anos), “Verão em Projeto” (semanal – estudantes do 9.º ao 11.º anos) e “Escola de Línguas” (quinzenal – estudantes do 5.º aos 11.º anos).

Trabalho laboratorial, trabalho de projeto, trabalho de campo e, até, visitas de estudo, são formatos de atividades válidos. A Universidade Júnior vai valorizar propostas que “definam claramente objetivos e conteúdos, mediante a apresentação de uma planificação da atividade” e, mais ainda, as que “promovam a articulação com os núcleos museológicos da U. Porto, estimulem a interdisciplinaridade ou o conhecimento da realidade local (económica, social, histórica, cultural…)”.

Estas informações são referidas no formulário [PDF] da proposta, que deve ser preenchido e enviado para o e-mail vsilva@reit.up.pt até à data limite. A edição de 2013 da Universidade Júnior arranca a 1 de julho. Em 2012, passaram pela Universidade do Porto mais de 7 mil “júniores”.