“Mais vale perder um minuto na vida, do que a vida num minuto! – Um desafio de todos para uma melhor prática rodoviária” é o slogan da ação promovida pela Fundação da Juventude. O concurso nacional tem como principal objetivo “sensibilizar os estudantes do ensino superior”, através da elaboração de trabalhos temáticos que perspetivem novas abordagens sobre o tema.

Valores de sinistralidade rodoviária

2011: 689 mortes nas estradas portuguesas.

2012: 580 mortes nas estradas (menos 15,8% comparativamente a 2011).

“Os números obrigam a refletir sobre esta matéria e a contribuir ativamente para a sua diminuição”, afirma a Fundação da Juventude.

Os requisitos são frequentar o ensino superior (licenciatura ou mestrado), ter idade compreendida entre os 18 e os 30 anos e “ser original”. Os trabalhos podem ser apresentados individualmente ou em grupo.

Às três ideias vencedoras, serão atribuídos prémios que oscilam entre os mil euros e os 500 euros e um “prémio inovação” de dois mil euros para a proposta com “a abordagem e intervenção mais inovadoras”.

A entrega dos trabalhos deve ser feita presencialmente, por correio (Rua das Flores, 69, 4050-265 Porto) ou por correio electrónico (schaves@fjuventude.pt) e o prazo termina a 28 de março.