A cerimónia dos Óscares 2013 decorre este domingo, em Hollywood, e é apresentada por Seth MacFarlane.

Os nomeados para Melhor Filme incluem nomes como Lincoln, Argo, 00:30 – Hora Negra, Les Misérables, Guia para um Final Feliz, A Vida de Pi, Django Libertado, Amour e Bestas do Sul Selvagem. Lincoln conquistou, até agora, vários prémios, destacando-se a distinção como “Filme do Ano” pelos AFI Awards. “A Vida de Pi”, de Ang Lee , é apenas o quinto filme lançado em 3D a ser nomeado para Melhor Filme – os quatro anteriores foram “Avatar” (2009), “Up – Altamente!” (2009), “Toy Story 3″ (2010) e “Hugo” (2011).

Até agora, nenhum filme 3D venceu o prémio desta categoria. “A Vida de Pi” é o quarto filme da história a arrecadar nomeações em todas as sete categorias técnicas – Fotografia, Montagem, Banda Sonora Original, Canção Original, Montagem de Som, Mistura de Som e Efeitos Visuais. “Os Miseráveis” foram bem sucedidos nos British Academy of Film and Television Arts (BAFTA), onde o filme ganhou o prémio de “Make up & Hair”, “Production Design”, “Sound” e “Supporting Actress” e o título de “Filme do Ano” pela AFI, American Film Institute.

“Argo”, de Ben Affleck, ganhou “Melhor Filme”, também pela BAFTA. “Bestas do Sul Selvagem”, “00:30 – Hora Negra”, “Guia para um Final Feliz” e “Django Libertado” revelaram-se, até ao momento, promissores. “Amour”, de Michael Haneke, está nomeado para Melhor Filme Estrangeiro mas entra também na corrida para Melhor Filme.

As nomeadas a Melhor Atriz (principal) são Jessica Chastain, em “00:30 – Hora Negra”, Jennifer Lawrence, em “Guia para um Final Feliz”, Emmanuelle Riva, em “Amour”, Naomi Watts, em “O Impossível” e Quvenzhané Wallis, em “Bestas do Sul Selvagem”. Com 85 anos, Emanuelle Riva é atriz mais velha a ser nomeada para a categoria, batendo o recorde detido por Jessica Tandy (nomeada com 80 anos pelo seu papel em “Miss Daisy”, de 1989). Riva vai completar 86 anos precisamente na noite dos Óscares. Por outro lado, com apenas nove anos, Quvenzhane Wallis de “Bestas do Sul Selvagem” é a nomeada mais jovem de sempre.

“Os Miseráveis” voltam a ganhar terreno na nomeação de Anne Hathaway para Melhor Atriz Secundária. Sally Field, em “Lincoln”, Amy Adams, em “O Mentor”, Helen Hunt, em “Seis Sessões” e Jacki Weaver em “Guia para um Final Feliz” são as nomeadas à mesma categoria.

Já os nomeados para Melhor Ator são Bradley Cooper, em “Guia para um Final Feliz”, Daniel Day- Lewis em “Lincoln”, Hugh Jackman em “Os Miseráveis”, Joaquein Phoenix em “O Mentor” e Denzel Washington em “Flight”. Alan Arkin (Argo), Robert De Niro (Guia para um Final Feliz), Philip Seymour Hoffman (O Mentor), Tommy Lee Jones (Lincoln) e Christoph Waltz (Django Libertado) são os nomeados para Melhor Ator Secundário.

Curiosamente, estão nomeados ao Óscar quatro australianos – para melhores atores Hugh Jackman (“Os Miseráveis”) e Naomi Watts (“O Impossível”) e Jacki Weaver (“Guia para um Final Feliz”) a atriz secundária. Rick Findlater concorre ao Óscar de melhor maquilhador pela aventura fantástica de “Hobbit”. “Os Miseráveis” é o primeiro filme musical da década a ser nomeado para Melhor Filme. O último a consegui-lo foi “Chicago”, em 2002.

Os Óscares em números

1– Antes de receberam a estatueta, todos os vencedores assinam imaculado onde se comprometem a nunca vender o seu prémio. A única excepção é venderem-no à própria Academia, pela módica quantia de 1 dólar. 3 – Apenas três filmes na história venceram os “five big awards” (melhor filme, realizador, ator, atriz e argumento) – “Uma Noite Aconteceu” (1934), “Voando Sobre um Ninho de Cucos”(1975) e “Silencio dos Inocentes” (1991). Este ano, apenas “Guia para um Final Feliz” pode igualar o feito. 4 – A estatueta tem a forma de um cavaleiro sobre um pedestal no formato de rolo de filme com uma espada de cruzado atravessada verticalmente no peito, feita de estanho folheado a ouro de catorze quilates. Mede 35 cm e pesa quase quatro quilos. 19 – “00:30 – hora negra”, é o décimo nono filme nomeado a Melhor Filme realizado por uma mulher.

A noite de Hollywood conta com célebres nomes para animar a Gala

Num ano em que Hollywood apresentou, finalmente, a sua aguardada versão do clássico “Os Miseráveis”, a animação da cerimónia consiste numa homenagem a alguns dos melhores momentos musicais do cinema.

Para além d’”Os Miseráveis”, que vão apresentar um número com grande parte do elenco – Hugh Jackman, Anne Hathaway, Russel Crowe, Amana Seyfried, Eddie Radmayne, Samantha Barks, Aaron Tveit e Helena Bonham Carter – sobem ainda ao palco Catherine Zeta-Jones, em representação de “Chicago”; Jennifer Hudson, que venceu um Óscar por “Dreamgirls”; Bárbara Streisand, que regressa aos Óscares depois de 36 anos; e Dame Shirley Bassey, que alegadamente fará um tributo a James Bond.

Adele e Norah Jones são outros dos nomes esperados. Especial novidade é o número de encerramento. Tradicionalmente, a cerimónia de entrega dos Óscares termina quando é anunciado o Melhor Filme, mas nesta edição, o fecho vai ficar a cargo de Kristin Chenoweth e Seth MacFarlane. O que vão cantar fica em segredo, mas em comunicado oficial à imprensa os produtores da cerimónia garantem que será um momento memorável.

“Após o prémio para melhor filme ser entregue, Seth e Kirstin vão apresentar um número especial, que acreditamos que vai ser um daqueles momentos a não perder”, dizem.
Seth MacFarlane é ainda o anfitrião da noite, substituindo Billy Cristal. Quanto à lista de apresentadores das várias estatuetas, esta inclui nomes como Daniel Radcliffe, Joseph-Gordon-Levitt, Charlize Theron, Samuel L. Jackson, Nicole Kidman entre muitos outros.