O filósofo esloveno Slavoj Zizek, teórico cultural e um dos pensadores mais reconhecidos da atualidade, ruma este sábado, 22 de novembro, até à Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) para falar d’”A Liberdade de uma Escolha Forçada”.

“The Freedom of a Forced Choice”, em inglês, é o tema da conferência onde o esloveno ocupará o lugar de destaque, a partir das 17h, para abordar questões como a liberdade de escolha e o pensamento político.

Homenagem

Nasceu em Liubliana, em 1949, e já publicou dezenas de livros, traduzidos em mais de 20 línguas, sobre temas que vão da filosofia ao cinema. É um dos mais ativos pensadores da actualidade, com um espírito provocador e complexo. Por tudo isto, Slavoj Zizek será galardoado com a Medalha de Honra da FBAUP.

Numa biografia da Universidade de Londres, onde assume a liderança internacional do Instituto de Humanidades de Birkbeck, lê-se que Zizek acredita que “‘os assuntos políticos são demasiado sérios para serem deixados apenas aos políticos’, pelo que procura promover o papel do intelectual público, ser intelectualmente ativo e dirigir-se ao público em geral”.

Organizada no âmbito do projeto internacionalTechnical Unconscious – Inconsciente Técnico”, esta conferência acontece na Aula Magna da faculdade e tem a audiência limitada à lotação da sala, sendo importante realçar que “esta é uma oportunidade única” e que se espera uma “grande afluência do público”, como refere a Faculdade, em comunicado.