Com o objetivo de capacitar os gestores de negócio, das pequenas e médias empresas (PME), o Instituto Politécnico do Porto (IPP) vai abrir uma escola de negócios. Armando Silva, pró-reitor do IPP e futuro diretor da “Porto Executive Academy” acredita que “embora existam muitas escolas de negócio na região do Porto com elevada qualidade ”, as mesmas “não estão, em regra, acessíveis para a maioria das empresas”.

Por um lado, “os dirigentes executivos não se preocupam muito com a sua própria formação” e, por outro, “as formações são muito caras”, explica o responsável ao JPN.

Com o projeto, o IPP quer tornar a formação mais “acessível” e mais próxima das “preocupações” das PME.

“Como a maior do círculo empresarial português é formado pelas PME, é evidente que a larga maioria das empresas não têm formação executiva”e “a nossa ideia é ter formação específica para gestores de empresas”, sublinha Armando Silva.

As candidaturas arrancam na próxima semana, altura em que vai ser dado a conhecer o conteúdo das formações, de forma gradual, no sítio www.pea.ipp.pt e nas redes sociais. Cada formação terá entre 20 e 30 vagas.

A cerimónia de lançamento da escola está marcada para segunda-feira, dia 6 de junho, no Palácio da Bolsa, no Porto.

 

Artigo editado por Filipa Silva