O Mercado de Arte Urbana que era recebido, repartidamente, pelo Edifício AXA e pelo Espaço Montepio vai mudar e adotar o Pavilhão Rosa Mota como a sua casa.

O Up Street Porto – Mercado de Arte Urbana estreia, no próximo fim de semana, uma nova casa. Pela primeira vez integrado nas festas de São João, o mercado sai do Edifício AXA e do Espaço Montepio, onde se realizou nas últimas edições e passa para o Pavilhão Rosa Mota.

A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal do Porto, inicia-se na sexta-feira e prolonga-se até domingo. No espaço é possível visitar e comprar obras de vários artistas da “street art” e da ilustração. Elleonor, Frederico Draw, Godmess ou Hélia Aluai são quatro dos 20 artistas que já confirmaram a sua presença.

O evento é de entrada livre, mas para alguns dos workshops que vão estar disponíveis no mercado, é necessária uma inscrição prévia através do e-mail arteurbana@portolazer.pt.

Os workshops vão desde a ilustração, orientado por Lara Luís, no sábado entre as 16h00 e as 18h00, até à pintura, também no sábado, entre as 18h00 e as 20h00, orientado por Frederico Draw. No domingo, Elleonor vai orientar o workshop “Dispara Padrões”, entre as 16h00 e as 18h00 e Chei Krew, orienta “Caras Flutuantes” entre as 18h00 e as 20h00.

Para acompanhar os workshops e animar as tardes e noites no Up Street Porto, Supa e Duquesa vão estar presentes.

O Mercado de Arte Urbana abre às 17h00 de sexta-feira e encerra à meia-noite. Sábado e domingo, as portas estão abertas a partir das 16h00, encerrando à meia-noite, no sábado, e às 22h00, no domingo.

Artigo editado por Filipa Silva