Começa na próxima segunda-feira mais uma edição da Universidade Júnior, uma iniciativa da Universidade do Porto que tem como grande objetivo proporcionar a jovens entre os 11 e os 17 anos a oportunidade de testarem vocações e experimentarem o meio académico.

A edição de 2016, que se prolonga como habitualmente por quatro semanas, regista um novo recorde de participantes: ao todo vão passar pelas instalações da UP 6.500 jovens, estudantes do 5º ao 11º ano.

Estão programadas 175 atividades e projetos de investigação da responsabilidade das diferentes faculdades e centros de investigação da UP.

Este ano, há ainda 15 instituições parceiras, de que são exemplo o Museu do FC Porto, o Museu da Misericórdia do Porto, o parque Biológico de gaia, o Visionarium de Santa Maria da Feira e o Centro de Ciência Viva de Vila do Conde.

A instituição frisa o alcance nacional da iniciativa, daquela que é a segunda maior universidade do país. Dos 6.500 jovens participantes, 1.350 vão ficar alojados no quartel da Escola Prática de Transmissões, por não terem a possibilidade de fazer deslocações diárias para casa.

No capítulo dos recordes, a Universidade do Porto aponta também para um novo máximo no número de nacionalidades representadas 14 no total.

As atividades e projetos programados abrangem as diferentes áreas do saber ministradas na UP, das tecnologias às humanidades, passando pelas e o desporto.