Ana Cabecinha completou os 20 quilómetros marcha, esta sexta-feira, na sexta posição da geral com o tempo de 01h29m23s. Foi a melhor prestação da marchadora portuguesa em Jogos Olímpicos depois do 8º lugar em Pequim e do 9º nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Atrás da marchadora do Clube Oriental do Pechão ficaram Inês Henriques, que cortou a meta na 12ª posição, e Daniela Cardoso que foi a 37ª.

Com este resultado, ficou garantido para Portugal o nono diploma olímpico, ficando o país a um diploma do número máximo conseguido na história dos Jogos: conseguiu 10 em Atenas 2004 e outros tantos em Londres 2012.

No mínimo, Portugal igualará estes resultados uma vez que no sábado, na final de K4 1000 metros, está garantido mais um, mesmo que o quarteto português, formado por David Fernandes, Emanuel Silva, Fernando Pimenta e João Ribeiro fique na última posição, que equivale a um 8º lugar.

É, aliás, à canoagem que se resume a participação de atletas portugueses no Rio de Janeiro neste sábado (final às 14h12). Para domingo, último dia do Rio 2016, fica a maratona masculina – com Ricardo Lima e Rui Pedro Silva – e a prova de BTT-XCO, que conta com David Rosa e Tiago Ferreira.