Ruas cortadas e trânsito congestionado, no trajeto do cortejo académico, são o que os portuenses podem esperar para o dia desta terça-feira, das 11h00 às 02h00 de quarta-feira, fim do cortejo. A Rua de Jorge Viterbo Ferreira e a Rua da Restauração, no troço compreendido entre a Rua do Dr. Alberto Aires de Gouveia e a Rua do Professor Vicente José de Carvalho (ver no mapa), são as primeiras artérias da cidade a sofrerem a paralisação.

Das 14h00 às 02h00, é a vez de interditar a passagem a veículos automóveis, exceto os autorizados, nos seguintes locais:

  • Rua da Restauração, no troço compreendido entre a Rua do Dr. Alberto Aires de Gouveia e a Rua do Professor Vicente José de Carvalho;
  • Campo dos Mártires da Pátria;
  • Rua de S. Filipe de Nery;
  • Rua das Carmelitas;
  • Rua dos Clérigos;
  • Praça da Liberdade;
  • Avenida dos Aliados;
  • Praça do General Humberto Delgado.

Por outro lado, o estacionamento também vai estar condicionado, exceto para veículos autorizados, em ambos os lados da Rua de Jorge Viterbo Ferreira e da Rua da Restauração, no troço compreendido entre a Rua de Jorge Viterbo Ferreira e a Rua do Dr. Alberto Aires Gouveia.

O desfile do cortejo académico desenrola-se na Academia do Porto entre faculdades, universidades, institutos e escolas superiores. Cabe à Universidade do Porto (UP) ocupar a fila da frente naquele trajeto, dividida pelas 14 faculdades que a constituem.

Seguem-se as restantes universidades, como é o caso da Universidade Católica que, tal como a UP, faz a divisão das diferentes faculdades (4). Pelo contrário, a Universidade Portucalense (UPT), a Universidade Lusófona (ULP), a Universidade Lusíada e a Universidade Fernando Pessoa não fazem distinção entre as diferentes faculdades que as constituem.

Junta-se o Instituto Politécnico do Porto (IPP) que agrega diferentes institutos e escolas superiores, que desfilam individualmente respeitando a separação entre elas criada. Além do IPP, outras instituições percorrem o trajeto do cortejo académico, como por exemplo, a Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti ou o Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia (ISLA).

Artigo editado por Rita Neves Costa