Na Escola de Segunda Oportunidade, em Matosinhos, não há campainhas para entrar nem sair, faltas ou sequer testes. Dá-se liberdade para dar asas à imaginação e reina alguma autonomia pedagógica. Aqui, há a vontade de integrar a escola no sistema público de educação para levar ainda mais longe segundas oportunidades a jovens em risco.

Esta reportagem foi realizada no âmbito da disciplina de AIJ Rádio – 3º ano