Abriu esta segunda-feira, dia 20 janeiro, o período de candidaturas aos 15 fogos habitacionais reabilitados pela Porto Vivo, SRU, no Centro Histórico do Porto, que vão ser sorteados com rendas fixadas de acordo com o regime de arrendamento acessível.

O prazo de candidaturas estende-se até 28 de fevereiro, estando o sorteio dos imóveis agendado para o dia 3 de março, informou no sábado a empresa municipal.

As condições e o formulário de candidatura ao programa, apresentado na última reunião do Executivo da Câmara Municipal do Porto, podem ser consultados na página da Porto Vivo, SRU, onde está também disponível outra documentação.

Já a formalização da candidatura tem de ser feita presencialmente na sede da Porto Vivo, SRU, sita na Rua Mouzinho da Silveira, número 212, durante o período de atendimento ao público, entre as 09h00 e as 17h00.

Em causa estão 15 frações reabilitadas pela empresa municipal, quase todas no morro da Sé, as quais serão sorteadas com rendas que oscilam entre os 150 e os 935 euros mensais, para tipologias que vão do T0 ao T2 triplex.

A localização pode ser vista no mapa abaixo.

A empresa municipal informa ainda que as casas a concurso podem ser visitadas “mediante marcação prévia na sede da Porto Vivo, SRU ou através de contacto telefónico para o número 222 072 700.” O mesmo telefone, a par do email rendasacessíveis@portovivosru.pt pode ser usado para pedir informações sore o programa.

A composição e os rendimentos do agregado familiar (podem candidatar-se pessoas singulares ou famílias), bem como a tipologia pretendida, são as condições de base para a análise de candidaturas.

A fórmula de ordenação das candidaturas contempla a taxa de esforço do agregado e privilegiará candidatos que residam ou trabalhem no Porto ou que tenham idade igual ou inferior a 35 anos ou ainda que tenham filhos com cinco anos ou menos.