Com o objetivo de tentar contornar a impossibilidade de os artistas poderem partilhar os seus trabalhos fisicamente com o público, o Teatro Municipal do Porto (TMP) lançou um programa de apoio à investigação para artistas da cidade. A iniciativa prevê a atribuição de três mil euros a cada um dos 11 projetos selecionados, que podem ser integrados por mais que uma pessoa ligada à arte.

Num comunicado enviado à imprensa, a Câmara Municipal do Porto (CMP) explica que o programa “‘Reclamar Tempo – Pesquisa e Investigação Artística’ é dirigido a artistas que residem ou trabalham no concelho do Porto, nas seguintes áreas: dança, teatro, performance, circo contemporâneo, cruzamentos disciplinares, escrita e reflexão nas artes performativas.”

“Numa altura em que somos obrigados a desacelerar, é urgente parar para (re)pensar os processos criativos e os modos de produção, debruçando-nos sobre a construção de discurso e mergulhando no que é a prática artística atual, de uma forma mais introspetiva”, pode ainda ler-se no site do TMP.

O programa pretende, por isso, “resgatar tempo para investigar, solidificar ideias, gerar discurso e pesquisar práticas que irão seguramente enriquecer o universo artístico de cada um.”

As candidaturas, que já estão a decorrer, vão prolongar-se até às 18h00 do próximo dia 18 de maio. Os resultados serão apresentados a 29 de maio, depois de as propostas serem selecionadas por um júri destacado para o efeito.

Como a CMP explica no comunicado, o trabalho dos 11 projetos selecionados vai ser organizado em duas fases: a primeira será dedicada ao trabalho de pesquisa, entre julho e outrubro deste ano, e a segunda, que deverá decorrer no primeiro trimestre de 2021, focar-se-á na realização de residências de duas semanas, num espaço a anunciar, com o acompanhamento de dois mentores, um deles nacional e o outro internacional.

O júri é constituído por nomes como Cristina Planas Leitão, coreógrafa e assistente de programação do TMP, Pedro Barreiro, encenador e programador da Rua das Gaivotas 6, e pela dupla de artistas plásticos Daniel Moreira e Rita Castro Neves.

As propostas deverão ser enviadas para o endereço margaridacarronda@agoraporto.pt, indicando como assunto: RECLAMAR TEMPO – Proposta de Investigação Artística. Pode consultar mais informações aqui.

Artigo editado por Filipa Silva.