Tem 44 anos e correu ao lado de algumas estrelas do ciclismo mundial. Fechou o top-5 do Giro de Itália e da Volta a França em 2001 e 2004, respetivamente. Uma década depois, José Bento Carvalho Azevedo coordena a equipa suíça Katusha-Alpecin, na qualidade de diretor-geral.

Em meia-hora, o ex-ciclista vila-condense relembrou as primeiras pedaladas dadas nas estradas nacionais, sublinhando que a meta não era “fazer palmarés em Portugal”. Entre baixos salários e preparação desadequada, defende que a modalidade atravessa um “problema estrutural” no país.

Seria inevitável falar de Lance Armstrong, até pela relação estabelecida entre os dois corredores na US Postal. Sobre as confissões do norte-americano acerca do consumo de substâncias ilegais, o português é perentório: “Não sei o que cada um faz em sua casa”.

De resto, José Azevedo fez um balanço negativo da última época, na qual a Katusha foi 11ª classificada do ranking da UCI World Tour. Para 2018 confirmou sete caras novas, incluindo a contratação do sprinter Marcel Kittel aos belgas da Quick-Step Floors. O ciclista germânico de 29 anos vai ocupar a vaga de Alexander Kristoff, que sai para a UAE Team Emirates.

A quarta edição do Quarto Árbitro traz ainda duas rubricas. O “360 Graus” desvenda os segredos do Qarabağ, a primeira equipa do Azerbaijão a participar na Liga dos Campeões. Mais à frente, o segmento “Olheiro” conta como tem sido a estreia do Girona na liga espanhola.

Este programa tem a parceria da Engenharia Rádio.