O Porto é o 4.º destino mais procurado pelos imigrantes portugueses. Segundo o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo 2016, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mais de 24 mil estrangeiros chegam de todo o mundo para morar na cidade.

Para a argentina Ashley Gianfelici, a Invicta trouxe a possibilidade de ter uma casa ou um carro, de viver com mais segurança e de poder andar com o telemóvel na rua.

O guineense Ricardo (nome fictício) foi discriminado por ser de raça negra, quando chegou, em 1985. Hoje, tem vários amigos e sente-se bem na cidade.

O indiano Bogui Chandracante está no Porto há 30 anos. Montou um restaurante indiano que tem sido um sucesso. Chandracante considera estar “num sítio ideal, no melhor país, na melhor cidade”.

Os russos Maria e Alex queriam morar na Europa. Escolheram o Porto, por ser a cidade adequada aos dois. Abriram um negócio onde alugam bicicletas e servem brunch, uma mistura invulgar que combina bem.

Para estes imigrantes, o Porto é uma cidade recetiva que possibilita uma grande qualidade de vida.

Esta reportagem foi realizada no âmbito da disciplina de AIJ Rádio – 3º ano

Artigo editado por Sara Beatriz Monteiro