Foi de forma “acidental” que os membros do Orfeão Universitário do Porto (OUP) descobriram que tinham na cidade uma rotunda com o nome da instituição.

“Mal o descobrimos, entrámos em contacto com a Câmara Municipal do Porto para agradecer o gesto e começámos desde então a tentar arranjar uma data para assinalar isto publicamente”, explicou ao JPN Luís Mateus, presidente da Assembleia Geral do OUP.

A cerimónia está agendada para esta quarta-feira e vai contar com a presença de Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, e de António Sousa Pereira, reitor da Universidade do Porto, entre outros convidados.

Descoberta recente

A existência de uma placa numa rotunda como o nome e a data de fundação do Orfeão chegou ao conhecimento da organização “há pouco menos de um ano”.

Contudo, a atribuição do nome pela Comissão de Toponímia da Câmara Municipal do Porto foi anterior. Quando exatamente e sob proposta de quem, o OUP não sabe, porque não lhe chegou informação oficial sobre o assunto.

Ainda assim, e de acordo com informações de antigos orfeonistas, a atribuição do nome do OUP a um novo arruamento ou local na cidade tinha sido pensado por altura do centenário da instituição.

O OUP completou 100 anos em 2012, pouco tempo depois de ter sido inaugurada a estação de metro Nasoni, na freguesia de Campanhã. É aqui que está localizada a rotunda, numa zona que sofreu uma intervenção profunda tendo em vista a passagem do metro na Linha Laranja, que liga a Senhora da Hora a Fânzeres.

Celebrar com música

O programa da cerimónia vai ser aberto pelas 17h00 pelo Coro Clássico do OUP, um dos muitos grupos que integram o orfeão. Seguem-se os discursos protocolares, voltando a música no encerramento com um momento musical da Tuna Universitária do Porto e dos orfeonistas presentes.

O OUP, presidido por André Lello e que tem o maestro António Sérgio Ferreira como regente artístico, já foi alvo de diversas distinções ao longo da sua história, entre as quais estão a Medalha de Mérito – Grau Ouro da Câmara do Porto, e as comendas da Ordem da Instrução Pública e da Ordem do Mérito da Presidência da República.

Esta quarta-feira, é a vez do nome da instituição ficar associado a um lugar da cidade: “É mais um capítulo bonito da nossa história”, concluiu Luís Mateus.